6 formas de usar tecnologia no campo para melhorar seus resultados

tecnologia no campo
6 minutos para ler

Assim como acontece com as demais indústrias, a tecnologia no campo tem solucionado problemas que sempre estiveram no encalço do produtor rural. A modernização é parte essencial da agricultura de precisão, pois permite que o agricultor utilize os recursos de sua fazenda com mais responsabilidade e economia.

Pensando nisso, escrevemos este artigo com as ferramentas que já vêm sendo utilizadas com êxito no mundo todo e podem fazer toda a diferença para o seu negócio. Continue a leitura para conferir!

1. Estações meteorológicas de controle de clima

O clima é determinante para o sucesso ou fracasso da colheita, por isso, seu monitoramento é tão importante nas fazendas. Os equipamentos atuais são capazes de fazer previsões meteorológicas com alto poder de precisão e determinar padrões para uma determinada região com base no seu histórico climático.

Estações meteorológicas são instalações equipadas com sensores, os quais coletam dados relativos ao clima e ao ambiente. Tipicamente, elas medem temperatura, umidade relativa, pressão atmosférica, velocidade e direção do vento e precipitação pluvial.

Um equipamento assim representa um grande benefício para os agricultores, que podem contar com informações mais confiáveis e acessíveis do que as fornecidas pelo rádio ou televisão.

2. Softwares de gestão agrícola

O gerenciamento é a atividade mais essencial da sua fazenda, pois determina como seu negócio será estruturado a curto, médio e longo prazo. Investir em softwares que otimizem essa tarefa é uma forma de garantir que a plena eficiência da sua propriedade seja alcançada.

Essas ferramentas são a melhor forma de simplificar o dia a dia do gestor rural, pois automatizam várias tarefas de sua rotina e otimizam os processos produtivos da fazenda. Suas funcionalidades também ajudam a gerir as finanças, prever margens de lucro, observar as atividades do campo e criar planos para a colheita.

3. Drones

Drones são veículos aéreos aplicados em uma variedade de indústrias e têm um futuro promissor no agronegócio. Eles são equipados com câmeras, GPS, sensores e controles de navegação, sendo capazes de coletar informações com muito mais precisão do que aviões e satélites.

Os drones fazem o mapeamento da lavoura e do gado em tempo real, enquanto capturam imagens em alta resolução. Os dados coletados são processados na nuvem e transformados em informações úteis e de fácil leitura para o produtor.

Essa tecnologia fornece informações com o máximo de exatidão, como condições climáticas e do solo, temperatura, presença de pragas e muitas outras. Com ela, também é possível monitorar o gado, rastrear animais perdidos e identificar os que estiverem feridos e doentes.

4. GPS agrícola

O GPS já é uma tecnologia bastante conhecida, mas que vem sendo constantemente aperfeiçoada, principalmente para aplicações nas fazendas. Atualmente, é usado no aperfeiçoamento de inúmeras atividades rurais.

Dentre suas funções na agricultura, destacam-se o arado e a semeadura. A ferramenta consegue fazer os sulcos e distribuir as sementes ao longo das linhas, tudo com milímetros de precisão. Essa mesma funcionalidade pode ser usada na aplicação de fertilizantes, com menos perdas e custos.

O GPS pode ser programado para recolher amostras de solo na lavoura, para que o produtor saiba exatamente quais áreas precisam de insumos. Além disso, ele faz um mapeamento mais eficiente, identificando os limites de propriedade e realizando procedimentos mesmo em ocasiões de baixa visibilidade.

5. Sensores inteligentes

Uma variedade de sensores são aplicados no campo como parte da agricultura de precisão. Eles fornecem dados extremamente úteis para o monitoramento da produção, além de auxiliarem o produtor a se adaptar às variações climáticas.

Uma das utilidades dos sensores na agricultura é o controle das propriedades do solo, como umidade, níveis de nutrientes, pH, permeabilidade e temperatura, além do mapeamento de plantas daninhas. É um recurso que contribui para a produção sustentável, uma vez que otimiza o uso de insumos agrícolas e a irrigação.

Sensores também podem ser usados para rastrear equipamentos, monitorar as atividades do gado, detectar vazamentos em tanques de água e fazer previsões climáticas.

6. Dispositivos móveis

Hoje em dia não é mais necessário estar presente na propriedade para administrá-la com eficiência. Além de poder monitorar à distância todas as tecnologias aqui citadas, os aparelhos móveis acompanham uma série de aplicativos e softwares que conectam o produtor à fazenda, aos sócios e à indústria em geral.

Pragas desconhecidas podem ser identificadas com uma simples fotografia de celular, bastando enviá-la para o engenheiro agrônomo responsável. Também é possível acessar as cotações do dólar e os preços dos produtos em cada região, para decidir no que vale mais a pena investir.

Além disso, esses dispositivos facilitam a formação de relacionamentos profissionais, pois permitem a comunicação instantânea entre sócios, clientes e outros produtores, sem despender tempo e dinheiro em longas viagens.

As vantagens de se adotar tecnologia no campo

A modernização das fazendas representa um enorme passo rumo à produtividade agrícola, pois a tecnologia equipa os produtores rurais com dados primordiais que dão aquele impulso nos seus rendimentos. Seus benefícios podem ser vistos principalmente em produções de menor escala, uma vez que permitem operações com o máximo de economia.

As ferramentas tecnológicas aplicadas diretamente no campo executam suas tarefas com excelente grau de desempenho, o que elimina desperdícios comuns em trabalhos realizados manualmente. Além de gerar mais economia para o produtor, tamanha precisão na agricultura retira uma grande sobrecarga do meio ambiente.

A automação permite ao produtor um melhor gerenciamento da sua rotina, pois ele consegue se planejar com muito mais facilidade e remanejar seu tempo para tarefas que demandam mais atenção.

O acesso à informação também é uma importante ferramenta para se alcançar estabilidade no mercado. Sabendo o que se passa em seu setor e no seu ambiente de cultivo em tempo real, o produtor consegue se proteger contra ameaças e saber quais investimentos vão render mais lucros.

A tecnologia no campo é um divisor de águas para a agricultura, quando aplicada corretamente. É por isso que os produtores rurais devem procurar empresas que ofereçam soluções completas no mercado, capazes de atenderem às necessidades de seus clientes. A Agrus é especializada nesse tipo de serviço e pode dar o apoio que você precisa em seus projetos.

Entre agora mesmo em contato conosco para conhecer as soluções personalizadas que temos para a sua fazenda!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário